Desafios profissionais dos imigrantes brasileiros em Portugal

Desafios profissionais dos imigrantes brasileiros em Portugal

Sabemos que ao imigrar perdemos em parte as nossas referências físicas e emocionais. O mesmo acontece com nossa carreira. Aqui em Portugal não dispomos da nossa rede de contatos. Potenciais recomendações de profissionais com os quais já trabalhamos não são significativas aqui, pois é bem provável que tanto eles quanto as empresas nas quais atuamos sejam ilustres desconhecidos em Portugal. Por outro lado, também pouco sabemos acerca do ambiente corporativo fora do nosso país de origem.

Outro agravante, sobretudo no contexto da pandemia, é que os imigrantes sejam remunerados de maneira inferior em relação aos trabalhadores nacionais ou ainda desfrutem de contratos mais frágeis. Maior insegurança, menor rendimento, instabilidade. Estes são alguns dos desafios com os quais nos deparamos.

Por outro lado, somos um povo diferenciado, que se destaca pelo bom relacionamento interpessoal, boa capacidade de argumentação e negociação. Uma gente que passa a vida inteira enfrentando crises – umas mais leves e outras mais severas, mas sempre estamos a superar alguma coisa, não é mesmo?

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

O ideal é que você já venha com uma promessa de contrato. No entanto, sabemos que nem sempre isso é possível. Para aumentar suas chances de êxito, invista no planejamento e faça uma vasta pesquisa acerca do mercado de trabalho referente à sua área de atuação em Portugal. 

Compartilho aqui a minha própria experiência neste contexto, quando percebi que precisaria sair da minha área para conseguir abrir uma porta no mercado de trabalho em Portugal. Sugiro ainda que tenha como ponto de partida os seguintes questionamentos:

  • Qual a remuneração média?
  • Quais os diferenciais valorizados nas seleções?
  • Em quais segmentos há necessidade de contratação de mão-de-obra de fora do país? 

Assim, será poderá verificar os potenciais que você já apresenta, além de compreender as suas fragilidades para desenvolver um plano de ação e supri-las na medida do possível.

Tipos de contrato, vagas e remuneração: saiba por onde começar.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Em Portugal, as modalidades contratuais são diferentes das praticadas no Brasil, e faz parte da jornada de imigração conhecer acerca destes aspectos para compreender o que melhor se enquadra no desenvolvimento da sua carreira internacional.

Existem órgãos ou associações que oferecem apoio aos imigrantes por meio de departamentos específicos para o atendimento no âmbito da recolocação profissional, a exemplo do Alto Comissariado para as Migrações (ACM) ou da Casa do Brasil de Lisboa. Nestas entidades, é possível conseguir orientação desde a adaptação do currículo para o mercado local até o mapeamento de vagas conforme as suas habilidades e área de interesse.

Pagamento por comissão: vantagem ou armadilha?

Boa parte das vagas ocupadas por imigrantes está concentrada no setor de serviços, sobretudo nos restaurantes e no comércio, inclusive no comércio digital (via redes sociais ou sites de e-commerce, onde os brasileiros destacam-se).

Nessas áreas tem sido cada vez mais comum a modalidade de remuneração variável, a conhecida comissão. Embora para muitas pessoas ela não seja uma grande novidade, é necessário certificar-se das condições contratuais para que uma oferta aparentemente tentadora não se torne um grande pesadelo. A seguir, listamos algumas considerações para levar em conta quando deparar-se diante de propostas dessa natureza: 

1- Você ganha por vendas ou indicadores de desempenho. Quem ganha por lucro é o empregador.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

É muito comum que os trabalhadores caiam na seguinte armadilha: a remuneração variável é estabelecida conforme as vendas, mas depois a empresa somente paga o que foi quitado pelos clientes, e não o que foi faturado (vendido).

No entanto, o trabalhador somente domina a venda. Ele não é sócio da empresa, tampouco responsável pela logística (entrega) e nem pelo departamento financeiro da empresa. Seu desempenho não pode ser medido pelo que o cliente pagou ou deixou de pagar. Cabe ao empregador estabelecer mecanismos que protejam a empresa de inadimplência.

2- Regras claras e as metas exequíveis

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

As metas e comissões devem ser estabelecidas com base no histórico da empresa e em comum acordo entre contratado e contratante. É importante estabelecer a periodicidade da reavaliação dos índices para que sejam alinhados conforme o contexto vigente. Caso seja necessária a alteração dos percentuais ou dos indicadores, é imprescindível que seja estabelecida uma data futura para que o colaborador consiga adaptar-se às mudanças que certamente impactarão em seus rendimentos.

3- Acesso à informação

É necessário que o trabalhador tenha acesso às informações a partir das quais vai ser gerada sua remuneração variável. É mais fácil acompanhar tais dados se houver transparência. Por exemplo, é mais justo que seja estabelecida uma meta por volume de vendas do que em conformidade com o lucro líquido da empresa, pois geralmente o colaborador não dispõe destes dados.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

É preciso ter atenção à formalização das propostas e estabelecer critérios para futuras mudanças de contexto de modo que as “regras não sejam alteradas durante o jogo”, prejudicando a parte mais fraca: O TRABALHADOR. Afinal de contas, a força de trabalho é a moeda que o empregado tem a oferecer. Sua remuneração não pode ser alterada sem ampla negociação e antecedência, de forma a possibilitar que o trabalhador se adapte às novas condições.

Infelizmente, tem sido cada vez mais comum a ocorrência de manobras por parte do empregador, sobretudo, quando se trata de trabalhador imigrante, um profissional já em contexto de vulnerabilidade. É preciso prevenir-se e evitar armadilhas.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Portanto, pesquise sobre o mercado de interesse, adapte seu currículo e estabeleça mecanismos para desenvolver networking, seja participando de cursos, palestras e eventos corporativos mesmo enquanto ainda estiver no Brasil para potencializar o êxito de conquistar na maior brevidade e segurança uma vaga no mercado português.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Rolar para cima
× Como posso te ajudar?